Categoria: Elétricos AT/BT

Autor:Fios e Cabos Engenharia

Projetos Elétricos AT/BT

A fase do projeto representa apenas um pequeno percentual do custo da obra, mas as decisões tomadas nessa fase representam mais de 2/3 de suas despesas.

Isso confere uma importância extraordinária a esta etapa, ou seja, um baixo investimento tem alta influência nos custos.

Definido o projeto, a fase de execução da obra permite aos empreendedores agirem sobre somente 1/3 dos custos restantes donde resulta a eles atuar apenas sobre alternativas de especificações e não mais sobre a base, que é a concepção da obra/projeto.

Assim, o descaso com o projeto gera prejuízo e desperdício de recursos.

O que precisamos entender é que o projeto não é somente o desenho, ou um papel assinado por um engenheiro qualquer. É o resultado de uma serie de conceitos e atividades que envolvem diferentes visões e dimensões. Deve ser desenvolvido por profissional, devidamente habilitado, com registro no CREA-SC e com base nas edições mais recentes das normas técnicas aplicáveis da ABNT e Celesc.

A instalação elétrica é basicamente um serviço de engenharia, portanto é imperativo que seus idealizadores e executores possuam atribuições técnicas e conhecimentos essenciais quanto às normas e aos regulamentos que a regem. Para se obter uma boa instalação elétrica, é preciso estabelecer as reais necessidades do local, ou seja, deverá haver uma concepção quanto à suas demandas e isto é conseguido mediante um projeto elétrico.

Mas o que é um projeto elétrico?

O projeto elétrico funciona como um raio-X da instalação elétrica e deve ser concebido de forma que seja definido:

  • O funcionamento adequado da instalação;
  • Os critérios, normas e forma de instalar equipamentos;
  • Os parâmetros, os materiais, a utilização dos aparelhos;
  • As providências quanto à segurança do usuário e do seu patrimônio.

Composição básica:

  • Plantas baixas indicando a localização precisa dos pontos de energia elétrica, telefone, porteiro eletrônico, antena parabólica e ou TV a cabo;
  • Sistema preventivo contra descargas atmosférico compostas de pára-raios, iluminação de emergência e sistema de sinalização/alarme;
  • Detalhamentos específicos onde constam: Malhas de aterramento; Entradas de energia e telefônica: Caixas de passagem;
  • Aterramento;
  • Diagramas unifilares e multifilares;
  • Lista dos materiais utilizados nas diversas etapas das instalações com quantidades e especificações técnicas estabelecidas, podendo conter, conforme critério adotado, uma marca de referência. Esta lista é de grande vantagem para o cliente. Com ela poderá ser montado um orçamento de toda parte elétrica buscando, junto aos fornecedores, o menor preço que atenda as especificações técnicas do projeto.

Muitas vezes não se trata de uma instalação nova e sim da necessidade de alterar uma instalação existente para atender a uma nova condição. Neste caso, deve-se observar o que pode provocar alteração na instalação existente e, portanto, cabe o que chamamos de consultoria diagnóstica e, em função desta consultoria tomar as providências executivas.

Atualmente, o crescente aumento de aparelhos sensíveis às variações de energia elétrica acarreta dificuldades na solução de problemas elétricos, somente um profissional atualizado sobre as tecnologias em vigor poderá propor as melhores soluções. Normas Aplicáveis e Regulamentos: As instalações elétricas de BT devem levar em conta as prescrições da norma NBR 5410/2004 – Associação Brasileira de Normas Técnicas e todas aquelas pertinentes aos seus componentes. Também devem ser levados em consideração as normas pertinentes à concessionária de energia – Celesc.

O pleno conhecimento destas normas pelo corpo técnico envolvido no processo de instalações elétricas garante qualidade e segurança nos respectivos trabalhos.

Execução: A partir de um projeto elétrico ou de uma consultoria é que será escolhido o executor dos serviços.

Esta escolha deverá atender certos requisitos:

  • Qualificação profissional;
  • Aparelhos de medição disponíveis;
  • Experiência em serviços executados;
  • Idoneidade.

É extremamente importante, para a boa execução da instalação que:

  • Os componentes sejam instalados conforme prescreve o projeto;
  • O material a ser empregado nas instalações deve ser adquirido seguindo as determinações estabelecidas nas especificações técnicas constantes na lista de material.

O engenheiro projetista, responsável pelo projeto elétrico, acompanha e fiscaliza a execução da obra garantindo a execução na sua integra. Em caso de alteração de alguma das características definidas em projeto, o engenheiro projetista deve, obrigatoriamente estar envolvido

Outra notável facilidade imposta pelo projeto elétrico bem desenvolvido é que o cliente não necessita ater-se a uma mesma equipe de instalação elétrica durante o andamento da obra haja vista todos os passos para o perfeito andamento das instalações elétricas, estarem perfeitamente definidos e descritos no escopo do projeto elétrico.

Oportuno verificar-se que em caso de alguma parada de obra, ou mesmo numa ampliação de sua construção, o profissional pode realizar as alterações necessárias facilmente fazendo todos os registros em planta baixa de modo que o eletricista instalador faça cortes e instale a tubulação em concreto ou parede adequadamente, garantindo desta forma, qualidade, rapidez e redução dos custos operacionais agregados ao processo de instalação elétrica.

Saliente-se que as instalações elétricas não ficam, na maioria das vezes, visíveis. Desta forma acaba-se por esquecer dela e percebem-se os resultados de uma instalação elétrica montada dentro de padrões normativos no instante em que conectarmos equipamentos ao sistema. O funcionamento adequado desses equipamentos elétricos está diretamente associado à qualidade das instalações. Conclusão: Pessoas que se preocupam em ter um projeto elétrico montado corretamente, uma instalação elétrica seguindo as especificações do projeto com componentes normatizados de boa qualidade, além de contribuir com a conservação de energia elétrica e ter um menor desembolso financeiro com este insumo, tem os equipamentos elétricos funcionando com qualidade e segurança junto com a garantia de longa vida útil.

Até aqui se abordou apenas vantagens técnicas, outro aspecto que deve ser observado é o bem estar proporcionado por uma instalação elétrica bem montada. Bem estar em termos de:

  • Iluminação adequada a cada ambiente;
  • Tomadas de energia e comunicação distribuídas segundo características impostas pelo projeto arquitetônico;
  • Facilidade de se deslocar dentro da edificação acendendo e apagando luzes segundo um critério lógico de operação;
  • A tranqüilidade oferecida por todo o conjunto de medidas normatizadas imposta na elaboração dos trabalhos.

Sempre ao final faz-se necessário tirar conclusões acerca do exposto.

Desnecessário elencar novamente as vantagens oferecidas pela instalação elétrica montada com base em um projeto elétrico desenvolvido por profissional qualificado e responsável. Neste sentido queremos estar a disposição oferecendo uma estrutura montada com o fim único de elaborar projetos elétricos dentro de rigorosos padrões normativos onde a segurança, qualidade e a seriedade sejam o norte na busca da satisfação de nosso maior patrimônio o cliente.